RevsNet

From the halls of Foxboro Stadium…

JOGO VALEU PELOS TREZ GOLOS

Posted by tonybiscaia on August 31, 2009

By Walter Silva

O jogo valeu pelos trez marcados pelas duas equipas, trez golos de fazer levantar estádios. o futebol praticado pelas duas equipas deixou muito a desejar, muitos passe perdidos, prinçipalmento nos primeiros 45 minutos foi mesmo mau de verdade.

O tempo tambem não ajudou, porque choveu práticamento durante todo o encontro,e o estado do terreno não era o melhor para a prática da modalidade, a bola com o terreno encharcado é rápida demais, e dificulta a tarefa aos jogadores de ambas as equipas.

Não se perçebe como é que se treina toda a semana em relvado e chega-se ao dia do jogo vai se jogar em campo sintético, é com Edgaras Jankauskas nos disse é bastante difiçil jogar assim, com os meus anos de profissional nunca passei por tal.

Mas são contas de outro rosário, e vamos ao que mais importa, ao que se passou no jogo, nos primeiros 45 minutos pouco ou nada se passou, a não ser o péssimo futebol praticado durante toda a primeira parte do encontro. Na segunda metade foi um pouco melhor, pelo menos vimos trez “grandes” golos, e foi por volta do minuto 67, que a bola foi metida para o atque do Revolution com Joseph a desviar por cima da defensiva contrária e a isolar Steve Ralston que fez um “chapéu” de abas bem largas ao desemparado Joe Cannon.

Foi com este golo que as equipas acordaram para os últimos 23 minutos que faltavam para se jogar,e foram os melhores minutos de todo o encontro, porque volvidos 6 minutos o Revolution aumentava a contagem. E foi o veterano Steve Ralston que dei um toque de classe nestes últimos minutos, fez o primeiro golo do jogo e com um passe magistral entregou de bandeija para o segundo golo do Revolution.

E foi ao minuto 74 que o Revolution práticamento “matou” o jogo, Steve Ralston com um exçelente passe meteu a bola em Wells Thompson descaido para o lado direito como atacava a equipa da casa, e este com um remate forte e colocado fez um “grande” golo.

Então a partir dai o a equipa adversária que pouco ou nada fez durante todo o jogo cause que desapareçeu do jogo, é que durante todo o jogo esta equipa não consegui criar uma única oportunidade de golo. Mas foi no único remate á baliza de Matt Reis que conseguiram o seu ponto de honra, Ramiro Corrales cruzou para a area e Ramon Shanchez desviou de cabeça fora do alcançe de Matt Reis.

Estava feito o resultado deste jogo, e ficamos a saber qual a razão que a equipa visitante já havia perdido por 11 vezes neste campeonato, com esta derrora já são 12 derrotas que leva esta equipa do San Jose. Já práticamento afastada desta edição dos play offs, resta a esta equipa lutar com dignidade para fazer um resto de campeonato, mas como não se pode fazer omoletes sem ovos, vai ser muito difiçil á equipa técnica melhorar o rendimento da equipa. É que os valores individuais são poucos nesta equipa, Aturo Alvarez é sem dúvida o melhor elemento, seguido de Ray Johnson, e pouco mais.

Quanto á equipa da casa teve no veterano capitão do Revolution Steve Ralston o seu melhor elemento, vale todo os “çentavos” que ganha, joga e faz jogar, marca golos e dá a marcar, pena é que a idade não perdoa, e mais um ano e Steve Ralston vai dizer adeus ao futebol, porque a idade não perdoa. Mas a vitória ao fim e ao cabo asenta bem á equipa da casa, além de não ter feito um bom jogo foi sempre melhor do que o seu adversário, e tinha mesmo obrigação de o ser, tem melhores executantes, e tem melhor equipa.

No próximo sabado pelas 7.30 da tarde o Revolution reçebe a visita do KC Wizards, e poderá ver este jogo no canal de televisão WSBK TV 38.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: