RevsNet

From the halls of Foxboro Stadium…

E JÁ LÁ VÃO TREZ

Posted by tonybiscaia on October 12, 2009

By Walter Silva

E já são trez jogos sem ganhar, desta feita frente ao mais sério candidato a vençer este campeonato do MLS. Ficaria acause com um lugar garantido se tive-se vençido esta partida, mas a jogar como o fizeram sábado á noite vai ser mesmo muito difiçil garantirem um lugar nesta edição dos playoffs 2009.

E não vai ser nada façil, ora vejamos, no próximo sábado o Revolution vai reçeber a vizita do Chicago Fire, uma equipa que o Revolution já leva 7 partidas sem vençer, e no último jogo da temporada vai até Columbus para defrontar a equipa local.

Mas esta equipa do Revolution quando não se espera nada dela é quando eles tiram um coelho do chapáu, oxalá que assim seja esta temporada, pois Steve Nicol nunca falhou um playoff desde que comanda esta equipa. O jogo até estava equilibrado quando a equipa forasteira fez o único golo do jogo, livre apontado do lado direito como atacava a equipa visitante, com Gino Padula a fazer um cruzamento remate, e a bola foi direitinha á cabeça de Emmmanuel Osei, só que este se agachou para Matt Reis poder apanhar a bola, nem uma coisa nem outra, e a bola só parou no fundo das redes do Revolution.

Culpas para os dois Matt Reis e Emmanuel Osei, primeiro o defesa tinha obrigação de cabeçear a bola para longe, segundo Matt Reis ao chamar pelo seu colega devia ter segurado a bola. Já não é a primeira vez que os dois se desentendam, já no último jogo,cause que Reis sofria dois golos por se desentender com Emmanuel Osei, que por vezes joga mais com o coração do que com a cabeça.

O Revolution pouco ou nada fez para contrariar o favoritismo dos visitantes, mesmo com o seu melhor jogador no banco, Guillermo Barros Schelloto, para o fazer descansar porque vem ai os playoffs, ia dizendo que a equipa da casa pouco ou nada fez durante os 95 minutos de jogo. Fazem falta os jogadores que estão de fora , disto eu não duvido, quando o plantel já de si é fraco, faltando um dos bons jogadores já faz uma falta terrivel, e quando faltam os trez melhores ainda pior.
São, Steve Ralston, Taylor Twellman, e Jeff Larentowicz, quer queiramos quer não, é um trio que faz falta a qualqer uma equipa, e muito menos ao tão já enfraqueçido Revolution.

Mas no segundo tempo o Revolution com mais um pouquinho de sorte poderia ter empado a partida, quando da melhor jogada da equipa da casa durante todo o jogo, quando Joeph com um exçelente passe isola Sainey Nyassi, este rematou forte e colocado para grande defesa de William Hesmer. Mas ficou-se por aqui todo o jogo ofensivo do Revolution, com Shalrie Joseph a carregar com toda esta equipa, torna-se demasiado peso só para um jogador, ele vai sentido a falta do veterano Steve Ralston, do do seu colega mais defensivo Jeff Larentowicz.

Por seu lado o Columbus Crew práticamento com o mesmo plantel da temporada passada, mas com um novo treinador, cause nada mudou, o fio de jogo é práticamento o mesmo, um 4x4x2, com os médios alas a ter um papel bastante inportante no jogo ofensivo e defensivo. Ao fim e ao cabo vitória çerta da melhor equipa, esta equipa é uma séria candidata e renovar o titúlo, quanto ao Revolution vai ter imensas dificuldades e chegar aos playoffs, e se lá chegar não irá muito longe.

No próximo sábado o Revolution vai ter um jogo de vital inportançia quando reçeber o Chicago Fire na quele que é o último jogo da temporada no seu estádio, e poderá ver este jogo no Fox Soccer Channel pelas 6 horas da tarde.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: