RevsNet

From the halls of Foxboro Stadium…

NEM MESMO COM JOSEPH

Posted by tonybiscaia on May 25, 2010

By Walter Silva

É verdade nem mesmo com o seu melhor jogador de volta ao onze, o Revolution consegue vençer, foi bom ver o internaçional de Granada de volta á equipa, depois de estar ausento çinco jogos, mas esta equipa preçisa de muito mais. A falta de qualidade é notória, só Joseph e Marko Perovic é muito pouco para uma equipa que está acustomada a vençer, os primeiros 45 minutos ainda foram boms, mas a segunda metade voltou ao mesmo, prinçipalmento após as mexidas aperadas pelo treinador Steve Nicol.

Com a entrada de Zack Schilawski para o ataque a equipa perdeu qualidade, é que este jogador e mesmo mau demais para jogar nesta equipa, mas é como o ditado antigo diz “ mais vale cair em graça do que ser engraçado” e pareçe que Steve Nicol gosta do jogador e quanto a isso nada se pode fazer.

Logo na primeira jogada do jogo a equipa da casa podia ter chegado ao golo, quando Chad Barret apareçeu na cara de Burpo mas não teve arte para poder fazer o primeiro golo do jogo, mas tambem tem de se dar mérito ao guarda redes do Revolution que fez uma exçelente defesa.

Na resposta o Revolution criou a sua melhor opotunidade de golo, o defesa do Toronto ao atrasar a bola para o seu guarda redes felo com pouco força e Nyassi consegui chegar á bola primeiro do que o guarda redes e não fosse Nick Garcia o desviar para canto o Revolution teria feito o primeiro golo do jogo.

Foi uma primeira parte toda ela bem jogada, com as duas equipas a tentaram chegar ao golo, mas os dois guarda redes estiveram em bom plano, fizeram um exçelente jogo, mas foi o veterano guarda redes do Revolution mais uma vez a salvar os comandados de Steve Nicol de uma goleada.

Por volta do 10 minutos de jogo Petrovic consegue ganhar uma bola a meio campo, foge pela esquerda cruza e Kheli Dube remata forte para exçelente defesa de Stefan Frei, na resposta Peterson mete a bola em Barret este passa por Gibbs e fica isolado, mas quando se prepara para o remate perdeu o control da bola.

E mesmo em çima da hora para o intervalo é a vez de Kheli Dube servir Marko Perovic este tira Garcia da frente remata forte e colocado para nova defesa de Stefan Frei, era talvez o melhor periodo da equipa que viajou de Boston. Mas chegariamos ao intervalo com o resultado sem sofrer qualquer alteração,foi talvez os melhores 45 minutos do Revolution em muito tempo, Shalrie Joseph enquanto teve pedalada para controlar o meio campo o Revolution ia mantendo o commando do jogo, mas novamento com o descanso a equipa voltou a caducar nos minutos finais.

E o segundo tempo começou práticamento com o único golo do jogo, pontapé de canto apontado do lado esquerdo como atacava a equipa da casa por Sam Cronin e Chad Barret de cabeça e á vontade cabeçeou para o fundo da baliza, com muitas culpas para os çentrais do Revolution.

E a partir deste golo o Revolution cause que desapareçeu do jogo,que pouco ou nada fez para tentar dar a volta ao marcador, e com as alteraçães feitas pelo treinador Steve Nicol as coisa ficaram piores do que estavam, é que os jogadores que entraram nunca deram conta do recado, prinçipalmento Zack Schilawski que não tem futebol para resolver qualquer jogo.

Mas voltou a ser o veterano guarda redes Preston Burpo a evitar mais uma goleada, ao fazer uma mão cheia de defesas,mesmo com a equipa da casa a ser muito melhor do que o Revolution nos segundos 45 minutos o resultado mais çerto seria um empate, porque o Revolution foi melhor na primeira parte e o Toronto foi melhor na segunda metade.

Mas é mesmo assim o futebol, no aproveitar que está o ganho, e o Toronto FC soube aproveitar e fez o único golo do jogo, e assim averbou os trez pontos em disputa.

O Revolution vai ter de rever e muito rápido esta equipa, é que não á qualidade nesta equipa, não se pode viver constantemente á custa de dois ou trez jogadores, por nem sempre as coisas correm para o nosso lado, é verdade que Shalrie Joseph não esta na forma que nos habito-ou, mas tambem é çerto que ele sózinho não pode com o “piano “ em todos os jogos.

Quanto ao Toronto FC jogou sem o seu melhor jogador, DeRosário, que se encontra ao service da seleção canadiana, tambem não abundam muitos jogadores com muita qualidade, mas no seu todo joga um futebol agradavél de seguir, um futebol apoiado, com transições rápidas para o ataque, que criaram muitas dificuldades ao ultimo reduto defensivo do Revolution.

Mais uma vez assistimos a um jogo em Toronto e tenho de o dizer que é sem dúvida o melhor estádio para se ver um jogo de futebol, com os adeptos do Toronto Fc a apoiar a sua equipa durante os 90 minutos, assim da gosto a ver futebol.

No próximo sábado o Revolution defronta o New York Red Bulls pelas 8 hora da noite e poderá ver este jogo no canal de televisão Comcast Soccer Net

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: