RevsNet

From the halls of Foxboro Stadium…

ONZE MINUTOS QUE VALERAM TREZ PONTOS

Posted by tonybiscaia on September 7, 2010

By Walter Silva

Foi isto mesmo onze minutos que valeram trez preçiosos pontos na corrida aos playoffs, quando a equipa forasteira abrio o activo nada fazia prever que o Revolution desse a volta ao marcador.

Mas foi quem não vio é que não acreditava, a forma que o Revolution deu a volta ao resultado com o melhor futebol que praticou toda esta temporada, todos os trez golos com jogadas com prinçipio, meio e fim.

E foram os visitantes os primeiros a marcar, e ao sofrer este golo pareçe que os comandados de Steve Nicol acordaram de um pesadelo, que se não vençiam esta partida os play offs ficariam numa miragem.

Com uma primeira parte muita pobre por parte das duas equipas, com as duas equipas com medo de sofreram o primeiro golo, e marcaçóes apertadas no meio campo, não havia espaço para se jogar

Mas foram os visitants a criarem umas boas ocasiões de golo mas valeu a atenção de Matt Reis que desviou para canto um remate do avançado Mike Seamon, mas pouco mais á a salientar nestes primeiro 45 minutos. No segundo tempo já foi muito melhor e com nada menos de 4 golos é sempre de louvar porque um jogo sem golos é como a comida sem sal.

E foi os forasteiros a abrir o marcador aos 59 minutos de jogo, boa jogada pela direita do ataque da equipa visitante, e com o ex jogador do Revolution, James Riley a meter muito bem a bola nas costas de Seth Sinonic , e com Alvaro Fernandez a reçeber com o peito a meter no chão e a cruzar para Steve Zakuani rematar para o fundo da baliza á guarda de Matt Reis.

Este golo como acordou os rapazes do Revolution que a partir deste golo começaram a praticar um melhor futebol, e em 11 minutos deram a volta ao marcador, e foi no minuto 70 que a equipa da casa empatou o jogo.

Jogada na direita do ataque da equipa da casa com Kevin Alsto a meter no capitão Shalrie Joseph, este a meter para a esquerda e Chris Tierny a apareçer e a rematar para o fundo da baliza á guarda do veterano Cassey Keller

E trez minutos depois o Revolution dava a volta ao resultado, com Chris Tierny a meter a bola no coração da area e com a defesa a despachar de qualquer maneira e com a bola a ir ter com Perovic, este encheu o pé esquerdo e a bola só parou no fundo da baliza .

Mas não ia ficar por aqui e o Revolution “matou” o jogo, jogada confusa dentro da area do Seattle Sounders e com Stolica a ganhar a bola e a meter em Dube com este a rematar de primeira para o fundo da baliza eram decorridos 81 minutos de jogo.

E o árbitro quando apitou para o fim da partida cause ninguem cria acreditar que o Revolution tinha dado a volta ao resultado negativo, é que esta temporada o Revolution nunca tinha conseguido virar um resultado negative, o mais que conseguio foi chegar ao empate.

Foi um castigo demasiado pesado para os forasteiros, mas um prémio para os rapazes de Steve Nicol que ainda acreditam que podem chegar aos playoffs, o Revolution não fez uma grande partida, mas teve onze minutos de grande nivél.

Na próxima sexta feira pelas 10.30 da noite o Revolution defronta o Chivas USA e poderá ver este jogo no canal de televisão Comcast Soccer Net.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: