RevsNet

From the halls of Foxboro Stadium…

Só Mesmo De Penalty

Posted by tonybiscaia on May 17, 2011

By Walter Silva

Na tarde do passado sábado o Revolution reçebeu pela primeira vez no seu estádio a equipa canadiana do Vancouver Whitecaps, perante 14,186 mil espetadores e vençeu pela margem minina. Mas só de penalty a equipa comandada por Steve Nicol conseguio chegar á vitória, porque os oportunidades criadas pela equipa da casa foram poucas ou mesmo nenhumas.

É que a equipa de Steve Nicol já levava 236 minuto sem fazer um golo. Foi uma vitória suada,e terão de agradeçer ao seu veterano guarda redes Matt Reis que fez trez exçelentes defesas.
Nos primeiros 45 minutos o Revolution foi práticamento inofensivo, não criou uma única oportunidade de golo, por sua veza equipa que veio do Canada mereçia ir para o descanso na frente do marcador.

E foi mesmo o central dos visitantes que cause fazia autogolo, quando Chris Tierny fez um cruzamento e o Mouloud Akloul ao tentar aliviar a bola obrigou o seu guarda redes a uma defesa apertada para canto.

É que Chris Tierny foi mesmo o melhor da equipa da casa, foi ele que durante toda a partida tentou remar contra a mare, ele bem que tentou fazer alguns cruzamentos, mas não houve na area quem apareçe-se para o remate final.

E mesmo ao findar dos primeiros 45 minutos a equipa visitante cause marcava, quando Omar Salgado ganhou uma bola perto da area do Revolution rematou forte e colocado para grande defesa de Matt Reis.

Pouco depois o árbitro mandava toda a gente para o descanso, resultado lisonjeira para a equipa da casa, pois os visitantes mereçiam ir para o descanso na frente do marcador.

Mas como quem não marca acaba por sofrer, foi isto mesmo que aconteçeu. Aos 48 minutos de jogo finalmento o Revolution consegue fazer um golo. Grande penalidade assinalada pelo juiz da partida, açertada a marcação desta penalidade, quando Benny Feilhaber entra na area do Vancouver é rasteirado pelo defesa Blake Wagner, e na marcação o capitão Shalrie Joseph fáz o único golo da partida.

Mas os visitantes partiram á procura do prejuizo, e cause empatavam a partida não fosse Matt Reis a fazer a defesa da noite, quando num cruzamento de Blake Wagner, e Omar Salgado a rematar de cabeça para grande defesa do guarda redes do Revolution.

E por uma só vez o Revolution incomodou o guarda redes Jay Nolly, quando numa boa troca de bola entre Shalrie Joseph, e Benny Feilhaber, com este a meter em Sainey Nyassi, e este a rematar para boa defesa do guarda redes do Vancouver Whitecaps.

E mesmo em çima do tempo regulementar os visitantes cause empatavam a contenda, Long Tan foge pela direita do seu ataque cruza para a area e Omar Salgado de cabeça obriga Matt Reis a nova grande defesa.

Mas chegariamos ao final da partida sem que o resultado sofre-se alteração, resultado lisonjeira para a equipa da casa, quanto aos visitantes mereçiam pelo menos um ponto. Na equipa da casa de salientar a boa exibição de Chris Tierny, e o grande jogo do veterano Matt Reis, mais uma vez o ponta de lança do Revolution o dinamarques Rajko Lekic voltou a desapontar.

Nos visitantes Omar Salgado de longe o seu melhor jogador, bem acompanhado seu colega Long Tan.

No próximo sábado o Revolution vai até á California, para defrontar o San José Earthquakes pelas 10.30 da noite hora local, e poderá ver este jogo no canal de televisão Comcast Soccer Net.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: