RevsNet

From the halls of Foxboro Stadium…

Dois Remates, Dois Golos

Posted by tonybiscaia on July 26, 2011

By Walter Silva

Foi um jogo em que o Revolution teve uma eficácia de 100 por cento, dois remates dois golos, o que não acontece em todos os jogos.

Em muitos jogos remata-se muito e não se consegue fazer golos, joga-se muito e não se consegue qualquer ponto, mas continuo a dizer que mais vale jogar mal e ganhar, do que jogar bem e perder, mas quem joga bem está sempre mais perto de ganhar.

Mas foi um semana produtiva para o Revolution que na passada quarta feira foi até á capital e derrotou o DC United por 1-0, foi a primeira vitória fora de portas dos comandados de Steve Nicol.

Mas vamos ao jogo deste fim de semana, não era um jogo façil, não senhor, era uma vezita ao estádio do campeão em titulo,e é sempre um jogo muito difiçil, é que o Revolution já não vençe neste estádio á cinco anos. Mas foi os donos da casa que controlaram cause todo o jogo,e poucas foram as vezes que o Revolution criou situações de perigo perto da baliza de Matt Pickens.

Mas no primeiro remate o Revolution adiantou-se no marcador,lançamento longo de linha lateral por Kevin Alston, com a bola ir até Stephen McCarthy, com este a desviar para a frente da baliza e ai apareçeu Benny Feilhaber a desviar para o fundo da baliza.

Estavam decorridos 25 minutos de jogo, com a equipa da casa a ter de ir atráz do prejuizo, porque até então o jogo tinha sido cause todo jogado ne meio campo, com os dois conjunto a encaixair bem um no outro.Mas aos poucos o Colorado começava a empurrar o Revolution para mais perto da sua area, e não fosse o veterano guarda redes Matt Reis o resultado ao intervalo podia muito bem ser favoravél á equipa da casa.

No segundo tempo,e com algumas alterações operadas por parte do Colorado, prinçipalmento com a entrada de Omar Cummings para o lugar de Wells Thompson,a equipa da casa começou a criar várias jogadas com prinçipio meio e fim.

Mas era um dos dois irmãos gemeos,em campo que começava a dar nas vistas, estamos a falar dos irmãos Nyassi, Sanna Nyassi começou a ser um dores de cabeça para a defensiva do Revolution. E foi de uma fugida de Sanna Nyassi que nasçeu o golo do empate, quando este se preparava para rematar eis que apareçe Chris Tiernya desviar a bola para longe,e Sanna Nyassi a bater com o pontapé na perna do defesa do Revolution, e o árbitro assinala a marca de grande penalidade e o respetivo cartão vermelho ao defensor do Revolution.

Caleb Folan chamado a marcar,não perdouo, e restabeleçeu a igualdade no marcador, com alguma justica diga-se de passagem, mas com um tremendo erro do juiz da partida, foi o jogador do Colorado Rapids que bateu com o seu pontapé na perna de Chris Tierny.
Mas não foi de ademirar que a equipa da casa desse a cambalhota no marcador, o que foi supresa foi da maneira incrivel que aconteçeu o segundo golo do Colorado Rapids.

Foi o defesa lateral direito Kosure Kimura a fazer o segundo golo do jogo, eram decorridos 65 minutos de jogo, quando este á saida da sua area faz um balão para a area do Revolution e quando Matt Reis vai ao encontro da bola esta passa por çima da das mãos do guarda redes do Revolution, foi como se diz na giria, um monumental “frango”

E o Revolution em desvantagem no marcador, e reduzido a 10 unidades ia ser muito difiçil chegar pelo menos á igualdade, mas logo de seguida Steve Nicol fez uma alteração que lhe veio dar o golo da igualdade, foi a saida do dinamarques Rajko Lekic e a entrada de Kenny Manssaly.

E já foi no cair do pano enum contra ataque rápido do Revolution que a equipa visitante chegaria ao empate, troca de bola entre Benny Feilhaber e Shalrie Joseph com este a meter para area e Kenny Manssaly a ser durrubado e o árbitro a assinalar a respetiva grande penalidade.

Chamado a marcar o capitão do Revolution Shalrie Joseph não derperdiçou a oportunidade de igualar a contenda, e foi assim dois remates dois golos, e um ponto na bagagem para Foxboro. Esta semana foi a melhor para esta equipa do Revolution, 4 pontos em dois jogos fora de casa, foi coisa que ainda esta temporada o Revolution não tinha conseguido, mas foi dois resultados muito melhor do que as exibições.

No Revolution os melhores são sempre os mesmos, na baliza Matt Reis teve um falha impordoavel, mas foi mesmo assim o melhor do Revolution, seguido de perto por Shalrie Joseph e o brasileiro Benny Feilhaber, e Kenny Massaly no pouco tempo que estev em campo fez muito mais do que o ponta de lança Rajko Lekic, que quanto a nos não tem lugar neste tão fraco Revolution.

Na equipa da casa, o capitão Pablo Mastroeni foi um mouro de trabalho, bem acompalhado de perto por Jeff Larentowicz, o ex Revolution continua a ser o baluarte defensivo desta equipa, mas o melhor em campo foi mesmo o africano Sanna Nyassi.

No próximo sábado pelas 8.30 da noite o Revolution vai defrontar o Sporting Kansas City e poderá ver este jogo no Comcast Soccer Net

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: