RevsNet

From the halls of Foxboro Stadium…

Boa exibição dos visitantes

Posted by tonybiscaia on April 3, 2012

By Walter Silva

Foi sem dúvida uma agradavél supresa esta exibição do NE Revolution, frente a uma equipa recheada de grandes nomes, como David Beckman, Robbie Keane e companhia, era de esperar mais da equipa que ostenta o titulo da epoca anterior.

Na equipa do Revolution houve apenas uma alteração no onze que defrontou o Portland, foi a saida de Balke Brettschneider e a entrada de Stephen McCarthy para çentro da defesa , e com Shalrie Joseph a subir para o meio campo, e com a equipa a jogar num classico 4x4x2, com Ryan Guy a ser o segundo ponta de lança.

Mas o segredo da boa exibição voltou a ser, quanto a nós, foi ter marcado çedo, tal como aconteçeu no passado fim de semana frente ao Portlant Timbers.

E foi aos 10 minutos de jogo que o Revolution fez funçionar o marcador, uma bola cruzada por Shalrie Joseph e o jovem jogador do Revolution, Kelyn Rowe a encher o pé, e a bola só parou no fundo da baliza á guarda de Josh Saunders.

Na resposta, a equipa da casa cause marcava, quando David Beckham meteu a bola em Robbie Keane, com este a rematar para boa defesa de Matt Reis.

Mas o Revolution não se ficava pelos ajustes, e aos 13 minutos de jogo o Revolution voltava a marcar.

Jogada pela direita como atacava o Revoluton, com Shalrie a combinar bem com Kevin Alston com este a cruzar largo e com Chris Tierny a rematar de primeira sem possibilidade de defesa para o guarda redes do LA Galaxy.

Estava feito o segundo golo para os visitants, sem que tivessem feito muito para isso, mas era o Revolution a mandar no jogo na casa da equipa campeão em titúlo.

 A melhor oportunidade para os donos da casa foi por volta dos 40 minutos de jogo quando David Beckman num livre direto obrigou Matt Reis á defesa da noite.

E com o resultado de 0-2 a favor dos visitants chegariamos ao intervalo, com os donos da casa a deixaram muito a desejar, nem a falta de Landon Donovan explica a tão mau primeira parte do LA Galaxy.

No Revolution, foi uma exçelente primeira parte, com boas transições defesa ataque, com Shalrie Joseph em bom plano.

Na segunda parte o Revolution não se deitou á sombra do 2-0, e foi á procura do golo que lhe desse mais tranqualidade para o resto da partida.

Com a equipa da casa em desvantagem, esperava-se que fosse o LA Galaxy ir á procura do golo, mas foi sempre os comandados de Jay Heaps que tiveram mais perto do 3-0.

O que veio á aconteçer aos 66 minutos, jogada de contra ataque do Revolution com Rya Guy a escapar-se a Andrew Boyens e a cruzar para a area e Saer Sene a saltar mais alto do que toda a defensiva da equipa da casa e a cabeçear para o 3-0.

Com este resultado  o Revolution começou a fazer a bola rodar em cause todo o campo com o capitão Shalrie Joseph a comandar o seu meio campo, e com Lee Nguyen a dar  nas vistas, o Revolution ia gerindo o resultado.

Mas a equipa da casa ferida do seu orgulho não se dava por vençida,e foi então o melhor periodo da equipa comandada por Bruce Arena.

E o LA Galaxy chegou a reduzir para 1-3. por intermédio do irlandes Robbie Keane, a passe de Edson Buddle, mas foi com o resultado de 1-3 que iamos chegar ao fim da partida.

Vitória suada mas justa da equipa que viajou desde de Foxboro, que tudo fez para que levasse na bagagem os 3 pontos em disputa, o Revolution levou a lição bem estudada para Los Angeles, a toda a equipa esteve muito bem, mas Lee Nguyen  quanto a nós foi o melhor em campo.

Mas a equipa valeu pelo seu todo, na defesa o portugues A.J. Soares esteve em bom plano,no meio campo Shalrie Joseph já esteve muito melhor do que nos ultimos 3 jogos, no ataque o ponta de lança Saer Sene é mesmo para lever a sério, bom de pés, e ainda melhor de cabeça devido á sua estatura.

No LA Galaxy, esperava-se muito mais da quela que é a equipa que mais gasta em jogadores, o campeão em titulo vai ter de jogar muito mais do que jogou frente ao ultimo classificado da ultima temporada.

Esta bem que a equipa apresentou vária cara novas, e Landon Donovan ficou de fora por lesão, mas não explica a tão mau primeira parte.

Foi notória a falta de ritmo de alguns jogadores do Galaxy, entre outros David Beckman está fora  de forma, ou será que os seus 36 anos já vão pesando? A ver vamos, sabemos de antemão que um jogo não faz um jogador, mas tambem sabemos quanto custa a jogar contra jogadores muito mais novos.

O Revolution na próxima quinta feira defronta em Dallas Texas, o FC Dallas pelas 8.30 da noite, e poderá ver este jogo no canal de televisão Comcast Sports Net.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: