RevsNet

From the halls of Foxboro Stadium…

Visitantes Mereciam Outro Resultado

Posted by tonybiscaia on May 7, 2012

By Walter Silva

Não foi uma grande partida de futebol, foi sim um jogo mais de luta pelos três pontos em disputa, venceu a equipa mais adulta, a equipa que tem mais tempo de trabalho, que tem um treinador que já está ao service do Real Salt Lake á quatro temporadas.

Mas tambem tiveram no árbitro da partida um bom aliado, cometeu vários erros e todos a favoreceram a equipa da casa, o árbitro David Gantar esteve mesmo mal, principalmento nos minutos finais do encontro.

Não é nosso costume falar dos árbitros nos nossos comentários, mas em çertos jogos não se pode ficar calado, porque quando os erros tem diretamente influençia no resultado final, o que foi este o caso, tem de ser comentado.

É que no primeiro golo da equipa da casa o jogador Alvaro Saborio ajeitou a bola com o braço antes de rematar para o fundo da baliza, com o árbitro mesmo muito perto da jogada, e na expulsão de jogador do Revolution Fernando Cardenas foi mesmo um exagero, onde foi o central Jamison Olave a cometer a falta.

Mas vamos ao jogo, era um jogo bastante difiçil para o Revolution, num estádio a onde o Revolution ja não ganhava dos ultimos trez vezitas, e na época passada foi goleado por 5-1.E foi a equipa da casa a começar por criar perigo logo aos 4 minutos de jogo, com o argentino Fabian Espindola a ficar na cara de Matt Reis, e este a levar a melhor com uma defesa para canto.

Mas na primeira jogada de ataque dos visitantes que foi por volta dos 21 minutos de jogo o Revolution chega ao golo, bola metida na esquerda, com o ponta da lança Blake Brettschneider a reçeber a bola, refletir para o çentro do terreno e a rematar forte e colocado fora do alcance de Nick Rimando.

Estava feito o primeiro golo do jogo, sem que qualquer uma das equipa fizesse por o mereçer, e neste caso a equipa visitante ainda menos tinha feito, mas o futebol é mesmo assim. Mas este golo teve o condão de acordar os comandados de Jay Heaps, que logo na jogada seguinte cause aumentava a contagem, com um remate de meia distançia de Benny Feilhaber que Nick Rimando defendeu com difilculdade.

Mas na resposta Javier Morales teve nos pés o golo da igualdade, não fosse o defesa do Revolution John Lozano a desviar a bola da frente do jogador do Real Salt Lake. Mas aos 33 minutos de jogo a equipa da casa acaba por empatar a partida, cruzamento de Kyle Beckerman para a area com a bola a tabelar em vários jogadores, e a ressaltar para Alvaro Saborio com este a ajeitar a bola com o braço direito e a rematar para o golo da igualdade.

Logo na jogada seguinte Lee Nguyen consegue passar por dois adversarios e remata forte para grande defesa de Nick Rimando. E com o resultado numa igualdade a um golo chegariamos ao intervalo, resultado justo por tudo que as duas equipas fizeram durante toda a primeira parte.

E logo na primeira vez que a equipa da casa cria perigo na segunda metade do jogo, consegue chegar ao golo, livre apontado do lado direito com atacava a equipa da casa por Javier Morales, com a bola sobrevoar toda a area do Revolution com Alvaro Saborio a cabeçear ao segundo poste para o fundo da baliza á guarda de Matt Reis. Pouco depois o Real Salt Lake ficou reduzido a 10 jogadores por expulsão de médio Will Johnson por uma entrada muito dura fora do tempo.

Com alguma alterações operadas logo após a expulsão do jogador da equipa da casa, com as entradas de Saer Sene e Diego Fagundez o Revolution ganhou poder ofensivo, e só não chegou ao empate por ter encontrado na baliza um grande guarda redes.

Aos 72 minuto de jogo Fernando Cardenas remata forte para grande defesa de Nick Rimando para canto, na marcação deste por Benny Feilhaber para o coração da area e John Lozano a rematar de cabeça para nova grande intervenção do guarda redes do Real.

Na resposta a equipa da casa cause aumenta a contagem, o mesmo Alvaro Saborio apareçeu isolado frente a Matt Reis, este tenta o chapéu mas a bola bate na cara do guarda redes do Revolution, com este depois a pontapear a bola para longe da sua baliza.

Na jogada seguinte o Revolution fica reduzido a 10 elementos, jogada rápida do Revolution, com a bola a ser metida para Fernando Cardenas e este a tentar passar por Jamison Olave, e com os dois jogadores a chocaram e a ficaram por terra, e o árbitro a marcar falta contra o Revolution e a dar ordem de expulsão a Fernando Cardenas.

Esteve mal o juiz da partida a haver falta foi sim do defesa do Real Salt Lake, que tentou travar o avançado do Revolution e ao tentar fazelo esbarrou com o jogador do Revolution.

A partir que as duas equipas ficaram em igualdade numérica o jogo voltou a ficar equilibrado, mas foi sempre o Revolution a criar sempre mais perigo, mas chegariamos ao apito final do árbitro com a equipa da casa na frente do marcador.

A equipa da casa teve a sorte do jogo, e com dois erros do árbitro a seu favor consegui os trez pontos em disputa, mas o resultado mais justo seria o empate. Na equipa da casa gostamos de Javier Morales e Alvaro Saborio, mas Nick Rimando foi o melhor em campo. O Revolution acabou a jogar com quarto avançados, mas a equipa esteve muito desorganizada, e a bola nunca chegou em boas condições á frente do ataque. No Revolution Lee Nguyen quanto a nos foi o melhor, bem acompalhado de perto por Benny Feilhaber.

No próximo sábado o Revolution reçebe a visita do Vancouver Whitecaps pela 7.30 da noite e poderá ver este jogo no canal de televisão Comcast Soccer Net.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: