RevsNet

From the halls of Foxboro Stadium…

Visitantes Mereçiam Um Ponto

Posted by tonybiscaia on May 30, 2012

By Walter Silva

Por tudo o que se passou durante os 96 minutos que se jogou no estádio JFK, o Revolution mereçia pelo menos um ponto neste jogo. Não porque o Revolution tivesse sido melhor do que os donos da casa, mas pelo que lutaram, pelo empenho que tiveram no jogo, pela vontade de não sairam deste jogo sem qualquer ponto, por tudo isso mereçiam um ponto.

Mas ás vezes o resultado de um jogo de futebol é bastante injusto, mas a justiça no futebol são as vitórias, e quem marca mais golos é que ganha, e para a história são sempre os resultados e nunca as exibições que sã recordados. Pela primeira vez esta temporada o Revolution apresentou o mesmo onze em dois jogos consecutivos, mas aos 28 minutos Jay Heaps teve de alterar o seu conjunto por lesão de Ryan Guy.

Tendo de fazer algumas mudanças no xadrez da equipa, Benny Feihaber que iniçiou no lado direito do meio campo com a entrada de Fernando Cardenas passou a jogar no centro do terreno ao lado de Shalrie Joseph, e Cardenas ocupou o lado direito do meio campo. Mas até foi um jogo que começou com as duas equipas a não quereram cometer erros, com as duas equipas num 4x4x2, e com muitas cautelas defensivas.

Mas no primeiro remate á baliza foi mesmo golo, livre no meio campo do Revolution a favoreçer a equipa da casa, com Branko Boskovic a meter a bola na area e Brandon McDonald a saltar á vontade e a fazer o primeiro golo do jogo.

Toda a defensiva do Revolution ficou a ver jogar, mas tambem Matt Reis teve muita culpa neste golo, porque nem esboçou tentativa de chegar á bola, um golo muito consentido. Este golo acordou a equipa da casa que logo de seguida podia ter aumentado a contagem, Dwayne DeRosario teve nos pés o segundo golo, mas levou uma eternidade para rematar e AJ Soares chegou a tempo de lhe roubar o esférico e mandar a bola para canto.

E só por volta dos 37 minutos de jogo é que o Revolution acordou, Benny Feihaber mete a bola entre os dois çentrais do United, e Saer Sene ficou na cara do guarda redes Bill Hamid mas neste duelo levou a melhor o guarda redes do DC United que desviou a bola para canto. Mas antes do apito final para o fim dos primeiros 45 minutos o DC United iria aumentar a contagem, novo livre á entrada da area descaido para o lado esquerdo como atacava a equipa da casa, com Dwayne De Rosario a meter a bola na area e com Matt Reis a socar a bola mas a bola foi direitinha para os pés de Dejan Jakovic com este a rematar para o fundo da baliza do Revolution.

Logo de seguida o árbitro mandou todos os jogadores para o descanso com a equipa da casa na frente do marcador com dois golos sem resposta, a equipa da casa teve a sorte do jogo, mas o Revolution iria dar a resposta nos segundos 45 minutos de jogo. E começou bastante bem a segunda metade do jogo a equipa forasteira, que logo aos 48 minutos reduzio por intermédio de Saer Sene, que fez o seu sétimo golo da temporada.

E aos 50 minutos de jogo o Revolution empata o jogo, pontapé de canto marcado do lado direito por Chris Tierney para o coração da area e o çentral portugues ao serviço do Revolution, AJ Soares a elevar-se mais alto do que toda a defensiva contrária a fazer o golo do empate. Estava reposta justiça no jogo, em cinco minutos o Revolution fez o que não consegui nos primeiros 48 minutos de jogo.

Mas aos 62 minuto de jogo a equipa da casa volta a ir para a frente do marcador, Dwayne DeRosario foge pela esquerda do seu ataque leva a bola até á linha final e mete a bola para a entrada da area e o brasileiro Maicon Santos acabadinho de entrar rematou para o terçeiro golo do United.

Estava feito o resultado do jogo,com alguma feleçidade á mistura a equipa da casa ia averbar os trez preçiosos pontos que lhe dão a liderança da sua zona. O Revolution ainda tentou chegar ao empate, e o capitão Shalrie Joseph teve nos pés o golo do empate mesmo a findar o jogo, mas o remate sai por çima da barra da baliza á guarda de Bill Hamid.

No fim do jogo quem não estava nada contente com o juiz da partida era o treinador do Revolution Jay Heaps que foi até ao meio campo dizer algumas ao árbitro do jogo, mas a verdade seja dita não vi que o juiz da partida tivesse cometido qualqer erro que tivesse tido alguma interferençia no resultado do jogo.

No próximo sábado pelas 7.30 da tarde o Revolution vai defrontar o Chicago Fire, e poderá ver este jogo no canal televisivo Comcast Soccer Net.

Nota, se este canal estiver a transmitir o jogo do Celtics, é só procurar nos canais seguintes.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: