RevsNet

From the halls of Foxboro Stadium…

Matt Reis Foi O Melhor Em Campo

Posted by tonybiscaia on September 4, 2012

By Walter Silva

Foi um jogo de fraco nivel, prinçipalmento os primeiros 45 minutos que o futebol praticado foi mesmo de fraca qualidade , e só dois remates a baliza explicam as poucas oportunidades que as duas equipas criaram.

Mas foi a equipa visitante que foi a menos mau das duas, e foi o Philadelfia Union que podia ter chegado ao golo nos primeiros 45 minutos, não fosse uma boa defesa do guarda redes da equipa da casa, e o outro remate encontrou pelo caminho a barra da baliza de Matt Reis.

Depois de nove jogos sem vençer esperava-se que o Revolution entra-se a todo o gás para poder dar a volta aos aconteçimentos, mast tal não foi o que aconteçeu, jogou devagar devagarinho sem chama nem garra, sem construir qualquer jogada digna deste nome.
O Revolution está práticamento afastado dos playoffs, e sem a pressão de ter de vençer era de esperar que a equipa pudesse jogar um pouco melhor.

E foi preçiso esperar para o minuto 25 para ver um remate á baliza, e foi o defesa Sheanon Williams que a passe de Fredy Adu rematou forte para boa defesa de Matt Reis.

Mas a unica oportunidade de golo nasçeu de um pontapé de canto apontado do lado esquerdo como atacava a equipa visitante com Brian Carrol a meter a bola na cabeça Omobi Okugo mas a bola foi bater na barra da baliza de Matt Reis.

E quanto ás jogadas de perigo neste primeiro tempo estamos falados,um primeiro tempo mal jogado, um primeiro tempo para esqueçer, ou talvez para lembrar que a bola tem de ser mais bem tratada.

Nos segundos 45 minutos já esteve um pouco melhor, mas foi a equipa forasteira que muito bem podia ter levado os trez pontos na bagagem para Philadelfia, não fosse a boa exibição de Matt Reis que voltou a ser o melhor jogador em campo.

E foi logo aos 46 minutos de jogo que a equipa visitante criou aquela que foi a melhor opotunidade de golo iminento, quando Antoine Hoppenot ganhou uma bola no meio campo do Revolution correu uns bons 25 metros e rematou para uma grande defesa de Matt Reis.
Mas o melhor de Matt Reis estava estava para vir, por volta dos 50 minutos de jogo Antoine Hoppenot isola Brian Carrol com este a rematar forte e colocado para a defesa da noite de Matt Reis para canto.

E o único remate por parted a equipa da casa foi por volta do 72 minutos quando lee Nguyen entar para o çentro do terreno e remata forte para boa defesa de Zac MacMath. E pouco depois foi a vez do reçem entrado Kelyen Rowe rematar mas á figura do guarda redes da equipa visitante.

Mais um jogo que o Revolution não consegue vençer, já lá vão dez jogos sem ganhar, mas com a qualidade dos jogadores e tambem a fraca qualidade do seu treinador não se pode ganhar jogos.
No Revolution Matt Reis foi o melhor, nos visitantes Brian Carrol deu show de bola no estádio Gillette, e Freddy Ady o ex jogador do Benfica continua a desiludir.

O Revolution volta a jogar esta quarta feira com o Columbus Crew e podera ver o jogo no Comcast Soccer Net.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: